Discurso de oradora da formatura da turma de 1.2011 – História UFF

A universidade é um período muito interessante da nossa vida. Que a gente cresce, vai se adultizando, mas que também é o auge da juventude. As maiores loucuras, as melhores aventuras e ao mesmo tempo, o descobrimento – ou melhor, a escolha – do que diabos você vai fazer com a sua vida. Todo mundo acha que ser estudante universitário é mole. “Aproveita!”, eles nos dizem. Mal sabem eles do delicado equilíbro que temos que segurar, como se fosse uma bandeja com uma garrafa em cima (de Itaipava, que é mais barato). Ao mesmo tempo que nós temos que cumprir a tarefa de sermos jovens, de sermos livres, de sermos tudo que todo mundo tem saudade de ser, temos que começar a construir as nossas vidas. É um equilíbrio delicadíssimo, que um dia chega ao pico: o dia da formatura. Tudo bem, todo mundo feliz, já entregou a monografia… Mas agora começa a vida. Agora não dá mais pra adiar, começou. E aí, meu amigo, é desespero total. Quem não sentiu, quem não sente aquela ansiedade da incerteza, da vida inteira pela frente, pra que acabaram de dar a largada? Talvez fosse mais tranqüilo se você tivesse feito Direito, já era efetivado no escritório ou então tinha passado num concurso e… Provavelmente a sua família inteira já te falou isso, então não vou falar de novo. Aliás, eu vou falar muito pelo contrário. Vou falar pros pais: Pais, a gente fez História. A gente se formou em História. Eu não sou mais só o revolucionariozinho nos almoços de domingo em família, eu sou um revolucionariozinho formado em História. E sabe o que eu vou fazer com isso? Sabe? Tem gente que ainda não sabe responder essa pergunta, é verdade. Mas acho que muitos sabem. É difícil entrar e sair da História e não se tornar professor.

Reza a lenda que a gente sai cheio de sonhos transformadores da licenciatura e logo, logo se decepciona no exercício do magistério. “Reza a lenda” nada, eu já li isso em uma porção de textos e já ouvi de muitas bocas. Mas eu espero profundamente que não. Eu espero profundamente que a gente consiga encarar a realidade de frente, dê um tropeço ou outro, mas que possamos transpor toda a dificuldade ainda carregando no coração os nossos sonhos. O caminho da História não é um dos mais fáceis de todos. É um dos mais difíceis, mas também é um dos mais bonitos. E é por isso que a sua família deve se orgulhar de você não ter feito Direito (se alguém tiver feito Direito, sem ofensas). Numa simplificação grosseira, eu posso afirmar que História é o estudo das transformações no tempo. A disciplina da História tem a ver intimamente com a palavra transformação. E não importa o que certos Fukuyamas da vida possam ter dito, a História não acabou, e o presente é um momento histórico passível de transformação. Só que transformação, meus amigos, só se faz com sonho. E, pra nossa sorte, sonho é a especialidade máxima da juventude. Independente do caminho que cada um escolha daqui pra frente, estamos formados em História. E isso significa que não importa o quanto o presente pareça engessado, o quanto o mundo pareça triste… Como disse o poeta russo Maiakowski, “o mar da História é agitado” e havemos de atravessá-lo, cortando as ondas, se continuarmos tendo como combustível nossos sonhos.

Anúncios

4 respostas em “Discurso de oradora da formatura da turma de 1.2011 – História UFF

  1. Espero que tenha recebido minha mensagem, minha tão querida amiga. Gostaria de ter estado lá, te dado aquele abraço forte e olhando nos teus olhos para poder desejar toda a sorte e coragem do mundo para encarar os desafios que enfrentará nessa profissão gauche que escolhemos. Agora não tem volta. Estamos juntos no front, na linha de frente contra tudo aquilo que avilte contra o que é humano. E cabe a nós juramentados com a cultura humana sermos aqueles responsáveis pora quecer os corações e levá-los a transformação do mundo de tantas injustiças.
    Tenha força, tenha alegria e antes de tudo tenha coração. Te conheci pelos paralelepípedos do gragoatá, a principio no seu canto. Com o tempo vi que sua voz maviosa guardava, palavras ideias e espírito fortes expressados em versos e atitudes. Te vi pouco a pouco crescer como crítica da sociedade, feminista, ativista e ,sobretudo, historiadora. Fico muito feliz por sua conquista. Fico feliz, pois confio em você. Fico feliz, pois sei que você é capaz de aquecer os corações humanos como sempre aqueceu o meu com seu olhar e palavras. Minha amiga, siga adiante, pois existe muito a ser feito nesse mundo e você pelo que bem sei não foge a luta!
    Neste dia festivo não devo e não darei parabéns. Te desejo boa sorte, te desejo coragem e te ofereço meu companheiro solidário nessa profissão de beleza tão forte que escolhemos.
    Marc Bloch sempre alertou aos historiadores para não esquecerem a parte de poesia presente na História, você certamente saberá levar a diante esse forte conselhod e Marc Bloch.
    E lembre que sempre que olhar para o lado eu estarei aqui para você. Verde como sempre. Ao teu lado como nos teus anos iniciais de dessa sua jornada pela História.

  2. Cara, vc nem sabe como me orgulha ver você vestindo roupa de gala do harry potter e falando assim, tão cheia de si, sobre o futuro e o presente de todos nós. Ver que você cresceu e se tornou essa mulher linda e ainda mais inteligente do que já era me emociona muito. Acho que eu sinto algo parecido com o que sua mãe sentiu hoje – e ainda está sentindo, e vai sentir por toda a vida porque você é só orgulho! É muito bom me sentir um pouco parte disso. Parabéns!!!! O seu discurso e o da Marta Abreu foram os melhores. Não, o seu foi o melhor. PORQUE VOCÊ É A MELHOR! Tô rasgando seda demais, mas acho que vc entendeu e você entende. Te amo muito. Beijoeabraçodeurso.

  3. Posso chorar agora?! Foi lindo, pô! Não precisou de mim ou do Renato pra dar dicas, você falou tudo e lindamente. Claro! A Bárbara é poetisa! Deixa que ela seja a oradora!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s